km 4200 – A folga na direção e a resposta dos freios

Comecei a notar ultimamente duas coisas novas que me pertubam ao dirigir o Lifan: A direção e os freios.

A direção dele parece ter alguma folga, ao passar numa depressão, ou numa junção de asfalto que normalmente tem nos viadutos e pontes, sinto a direção dando uns pulos, não é nada que atrapalhe a dirigibilidade, mas incomoda no dia a dia.

Os freios fazem um pouco de barulho excessivo ao frear e até mesmo demoram um pouco a responder em algumas situações, apesar de sentir uma qualidade bem superior se comparados ao freio do meu VW Fox modelo 2008, claro que isto é notado pois o 320 tem ABS/EBD e o fox é equipado com um freio simples.

Mas já tive a oportunidade de dirigir diversos carros com estes equipamentos instalados e a segurança e a resposta são infinitamente melhores que a do lifan 320.

De resto, acho que entrei numa época de marasmo no carro, não estou notando muita coisa de diferente ou anormal, estou usando ele bem menos do que no inicio, apenas indo trabalhar mesmo.

PREOCUPAÇÃO

Ultimamente o blog tem recebido muitas visitas e comentários, mas um deles me chamou atenção. Um futuro proprietário listou todos os possiveis problemas do Lifan 320 num relatório e pede para que algum vendedor assine, se comprometendo a que se o carro apresente qualquer um destes defeitos, que enquanto ele fique em manutenção, a consessionária disponiabilize um carro reserva para o mesmo.

OK. São, na maioria, problemas simples listados, porém acredito ser exagero exigir isto de um vendedor de concessionária. Quantas marcas  e modelos deixam na mão seus proprietários diariamente? Transferi esta responsabilidade para a ponta do iceberg não está correto, e neste caso, recomendo: não compre um Lifan 320! e nenhum outro carro popular! Pois eles em algum momento provavelmente precisarão ir para a manutenção para fazer algum ajuste e a concessionária não dará um carro a não ser que seja um problema grave ou de dificil complexidade e que a MONTADORA decida por isto.

Citando um exemplo, quando comprei o Fox, ele era zero km, e com 2 meses de uso quebrou no meio o eixo da homocinética, resultado: 20 dias parado. Neste caso me foi fornecido pela MONTADORA (Volkswagen) um carro reserva, o problema foi solucionado e pronto.

Isto pode acontecer com o Lifan, e espero que dependendo do caso, me seja dado um suporte, mas exigir isto por escrito é um pouco fora de realidade e impraticavel independente de qual carro popular você escolha, talvez exista esta garantia para um carro de alto padrão.

Não é ser conivente com o que eles impõem para nós, como: carros mal montados, sem as devidas revisões, sem um controle de qualidade que todos garatem ter, mas sabemos que não existe com os populares, principalmente os que são enviados ou fabricados para os paises emergentes.

Temos que exigir melhores carros, mas não cobrar isto de um simples vendedor ou concessionaria que mesmo representando a montadora não tem poder de mudar ou decidir, e sim de apenas auxiliar e dar suporte aos clientes.

Por isto mantenho este blog, por isto sou sincero em todas as impressões e por isto que quando a montadora Lifan me ligou eu disse que a nota para o carro deles numa escala de zero à cinco, era 3.

Não é minha intenção criar um briga envolta do assunto, mas o comentário me incomodou de alguma forma, precisava postar minhas impressões sobre o caso.

Obrigado pela visita de todos!!!!